• 24/10/2013
  • Kazuo
  • Underground

Champions League: Real Madrid 2×1 Juventus!

Na quarta-feira 23/10, o Real Madrid recebeu a Juventus em Madrid (Espanha) pela terceira rodada da fase de grupos da Champions League 2013/2014. A italiana Juventus, bi-campeã do torneio continental vinha em momento psicológico instável, após pela Serie A, perder de forma bizarra uma partida que vencia por 2×0. No último fim de semana, a Juve, que vê Roma (lider da Série A) e Napoli brigando pela ponta da tabela, foi derrotada pela Fiorentina que virou jogo que perdia por 2×0 para 4×2. A instabilidade mental do time do técnico Antonio Conte apenas se intensificou.

Conte mandou a campo a disposição Buffon, Cáceres, Barzagli, Chiellini e Ogbonna; Pirlo, Vidal, Pogba e Marchisio; Llorente e Tevez. Um time aparentemente sólido em termos defensivos e apto a sair no contra-ataque, desenhado num 4-4-2 clássico. Por outro lado o italiano Carlo Ancelotti, mandou o Real Madrid a campo com Casillas, Arbeloa, S. Ramos, Pepe e Marcelo; Khedira, Illarramendi e Modrić. Di Maria, Benzema e Cristiano Ronaldo. A supremacia dos galácticos se fez perceber logo de início…

Marcelo (ao centro) passa pela marcação da Juventus. (Foto: AFP – Dani Pozo. Disponível em www.gazetaesportiva.net)

Logo de início, Di Maria avançou pelo lado direito e tocou para Cristiano Ronaldo receber livre e fazer Real Madrid 1×0. O ritmo do jogo era absurdo, mas era nítida alguma insegurança da Juventus, que poderia facilmente ser contra-atacada após algum avanço mal pensado. A Juve chegou ao empate após cruzamento da direita que encontrou o francês Pogba na trave a direita de Casillas. O meia cabeceou sem sucesso e Llorente aproveitou o rebote empatando para a Juventus, aos 21 min.

Seis minutos depois, Chiellini comete penalti em Sergio Ramos. Cristiano Ronaldo cobra e faz Real Madrid 2×1 Juventus. O poder técnico e de decisão da linha de frente blanca é superior e a impressão que se tinha, era de que a Juve se seguraria ainda mais no segundo tempo. Algo que se confirmou, sobretudo após a expulsão de Chiellini no comecinho do segundo tempo, após o zagueiro deixar o cotovelo no rosto de Cristiano Ronaldo. Para recompor sua defesa Conte colocou Bonucci no lugar do atacante Llorente. O segundo tempo se transformou num previsível ataque contra defesa.

Obtendo seus nove pontos em três jogos vencidos, o Real Madrid líder do grupo B, 9 vezes campeão da CL segue como favorito ao título do torneio. O desenho tático de Ancelotti 4-2-3-1 mostra-se afiado e aliado a reposição de peças que não deixam a qualidade cair. Gareth Bale, o homem de 100 milhões de Euros surgiu no segundo tempo. Bale tem tido vida dura, por atuar como externo entre meio-campo e ataque. De um lado do campo concorre com Cristiano Ronaldo. De outro, com Di Maria que vem em boa fase.

Por sua vez a Juventus complicou sua própria condição na tabela após o Galatasaray vencer o Copenhague e se estabelecer em segundo lugar do grupo B. Na próxima rodada a vecchia signora recebe o Real Madrid em Turim (Itália) em 05/11.

Foto de Cristiano Ronaldo em nossa página inicial: AFP – Dani Pozo. Disponível em www.gazetaesportiva.net.

Comentários